Taffarel vai ao treino do Brasil e pede vingança a Cafu

O ex-goleiro Taffarel foi a visita ilustre do treino da seleção brasileira nesta quinta-feira, em Bergisch Gladbach, na Alemanha. Titular do time nas Copas de 1990, 94 e 98, ele contou que pediu ao lateral e capitão Cafu que se "vingasse" da final do Mundial contra a França, quando foram derrotados por 3 a 0 e acabaram ficando com o vice-campeonato da competição."Pedi para o Cafu para não esquecer de 1998. Aquilo sempre passa pela minha cabeça, os gols do Zidane... Não podemos deixar acontecer de novo", pediu, dizendo na seqüência que não considera os problemas de Ronaldo (convulsão) como determinantes para aquela derrota. "Naquele jogo o Brasil entrou abatido em campo, perdemos para nós mesmos, não jogamos bem . Os 3 a 0 foi muito forte, muito marcante. O time não achou que era a final, deu tudo contra a Holanda (nas semifinais). O problema do Ronaldo não foi determinante."Taffarel chegou à Alemanha nesta quinta-feira e assistiu ao treino junto com a esposa e os filhos. Ele cumprimentou os jogadores, o técnico Carlos Alberto Parreira e o goleiro Júlio César, com quem ficou conversando antes de sair. E disse acreditar que o time vai conseguir vencer. "O Brasil está crescendo na hora certa e este jogo é briga de gente grande. Sou muito fã dos goleiros, o time está muito bem servido".Atualmente, o ex-goleiro é empresário de jogadores junto com o ex-lateral Paulo Roberto. "Foi emocionante ver Parreira, Cafu, Ronaldo e Roberto Carlos, que jogaram comigo. Eles continuam mas eu já parei. Tive a minha oportunidade. Só que fora de campo a gente sofre muito mais."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.