Oleksandr Osipov/Reuters
Oleksandr Osipov/Reuters

Taison, do Shakhtar, é suspenso por uma partida por reação a insultos racistas

Atacante foi expulso após chutar uma bola e fazer gestos obscenos para torcedores que o ofendiam racialmente

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de novembro de 2019 | 16h55
Atualizado 22 de novembro de 2019 | 11h20

Em dos recentes casos de racismo no futebol, o atacante brasileiro Taison, do Shakhtar Donetsk, sofreu um duro golpe nesta quinta-feira. A Associação Ucraniana de Futebol confirmou a suspensão de um jogo para o jogador por reagir mostrando o dedo do meio e chutando a bola em direção à torcida do Dínamo de Kiev após sofrer com insultos racistas.

O caso aconteceu no último dia 10, por volta dos 30 minutos do segundo tempo, após o brasileiro, que atuou no Internacional, cometer uma falta em um jogador do Dínamo de Kiev, que era visitante naquela partida. Taison recebeu o cartão vermelho e saiu de campo chorando.

O Dínamo de Kiev também recebeu uma punição. A Associação Ucraniana de Futebol ordenou que o clube jogue uma partida com portões fechados e pague uma multa de 500 mil Grívnia (equivalente a R$ 87.160,38).

A Fifpro (Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol, na sigla em inglês), se manifestou no Twitter contra a punição imposta ao atacante brasileiro. "Estamos muito decepcionados com a decisão da Associação Ucraniana de Futebol de punir Taison com um jogo. Sancionar uma vítima de racismo vai além da compreensão e joga a favor daqueles que promovem esse comportamento vergonhoso".

Tanto Taison quanto o atacante brasileiro Dentinho, seu companheiro no Shakhtar Donetsk, utilizaram as suas redes sociais no dia seguinte ao ocorrido, para se pronunciar a respeito do caso, lamentando o fato. Dentinho, inclusive, chegou a classificar o dia da partida como "o pior da sua vida".

Para Entender

Programação de tv

Veja as principais atrações esportivas do dia

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.