Marcos Brindicci/Reuters
Marcos Brindicci/Reuters

Taiti leva mais uma goleada e surpreende torcida

A equipe da Oceania, adotada pelos brasileiros, homenageou a torcida com uma faixa e desfilaram com a bandeira verde e amarela

RAPHAEL RAMOS - Enviado Especial, O Estado de S. Paulo

24 de junho de 2013 | 08h07

RECIFE - Uma das mais belas histórias de carinho de uma torcida por uma seleção em competições da Fifa teve o seu capítulo final ontem com a despedida do Taiti da Copa das Confederações, após derrota por 8 a 0 para os reservas do Uruguai. Adotada pelos brasileiros desde a sua chegada ao País, a equipe da Oceania foi aplaudida ontem pelos pernambucanos do momento em que subiu ao gramado para o aquecimento até o apito final.

 

Aos uruguaios sobraram vaias, até mesmo na hora dos gols, que, por sinal, não demoraram a sair. Com um minuto e 20 segundos, Abel Hernández fez o gol mais rápido da história do torneio. Até o final do jogo, o atacante ainda marcaria outras três vezes.

 

Mas o jogador mais festejado foi o goleiro taitiano Meriel, que defendeu pênalti de Scotti. E, para retribuir o carinho, os taitianos reservaram uma surpresa para o final. Estenderam uma faixa com a frase "Obrigado Brasil" e desfilaram com bandeiras do País nas costas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.