TAS nega recurso do Iraque sobre irregularidade do Catar

O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS, na sigla em francês) negou um recurso apresentado pela federação de futebol do Iraque pedindo a eliminação do Catar nas Eliminatórias Asiáticas à Copa do Mundo de 2010 pela escalação irregular de um jogador brasileiro naturalizado. Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoSegundo o órgão, a decisão confirma as palavras da Fifa, cujo comitê de apelação não admitiu o recurso do Iraque por não pagar a tempo a taxa correspondente para apresentá-lo.A federação iraquiana levou um primeiro recurso à entidade que comanda o futebol mundial pela participação do jogador Emerson, que esteve em campo na derrota para o Catar por 2 a 0, em Doha, no mês de março.Sem sucesso, os iraquianos resolveram enviar outro documento ao comitê de apelação, mas a Fifa alegou que não foi mandada a tempo.O comitê de juízes do TAS realizou uma audiência em 10 de setembro, mas o caso não foi resolvido. Nesta segunda, a Fifa disse que o recurso foi assinado 11 dias depois do fim do prazo e que não foi apresentada nenhuma razão para justificar o atraso no pagamento.Os juízes insistiram que o Iraque sabia dos requisitos para apresentar a apelação, e por isso negaram o pedido. Com isso, o resultado se mantém e os catarianos seguem na disputa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.