Taubaté fica perto do título da A3

O Taubaté largou na frente na final do Campeonato Paulista da Série A3, ao vencer o Araçatuba, por 2 a 0, nesta quinta-feira à noite, no Estádio Joaquinzão, no Vale do Paraíba. Agora pode perder o segundo jogo até por um gol de diferença para se sagrar campeão da terceira divisão. O segundo jogo será disputado em Araçatuba, domingo, às 10 horas, também com transmissão ao vivo pela Rede Vida de Televisão. Ainda na esperança de reverter a decisão, a direção do Sertãozinho recorreu ao Superior Tribunal de Justiça da CBF na tentativa de ganhar a vaga do Taubaté na Série A2 em 2004. Tudo por entender que nas semifinais, o Sertãozinho tinha vantagem do empate. Indiferente a esta decisão do tribunal carioca, os dois finalistas lutaram pela vitória em Taubaté. O primeiro tempo foi bastante equilibrado, com forte predomínio dos sistemas de marcação. O jogo melhorou no segundo tempo, quando o time da casa tomou mais a iniciativa ofensiva. O Araçatuba usava como arma a velocidade nos contra-ataques. Mas quem se deu melhor foi mesmo o Taubaté que abriu o placar aos 19 minutos. O meia Dé fez bela jogada pelo lado esquerdo da grande área, passou por dois adversários e, na linha de fundo, tocou para trás. Diego completou com o pé esquerdo. A situação ficou pior para o Araçatuba, com a expulsão de Garrinchinha, por lance violento, aos 25 minutos. O Taubaté aproveitou e ampliou aos 38 minutos, de novo, com Diego que recebeu sozinho dentro da grande área para completar. A defesa pediu impedimento, que não existiu. Ficha Técnica: Taubaté: Cristiano; Alex Alves, Bruno e Pedro Bacha; Jucemar, Da Silva, César Baiano (Anderson), Dé e Eduardo; Diego (Reginaldo) e Laércio. Técnico: Toninho Moura. Araçatuba: Rogério; Garrinchinha, André Alves e Márcio Primavera; Murilo, Luís Henrique, Carlinhos (Mário), Pedro Alexandre (Samir) e Celico; Adílson e Marcos Dias (Pará). Técnico: Luciano Silva. Gols: Diego aos 19 e aos 38 minutos do segundo tempo. Árbitro: Renato Aparecido Fazanaro Canadinho. Cartão amarelo: Pedro Bacha, Bruno, Dé, Diego, Laércio, Pedro Alexandre, Carlinhos, Celico, Márcio Primavera, Adílson e Luis Henrique. Cartão vermelho: Garrinchinha. Local: Estádio Joaquim de Moraes Filho, em Taubaté.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.