Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Tchê Tchê critica cartão para Róger Guedes em comemoração: 'Isso priva o jogador'

Jogador do Palmeiras defende colega punido por ter subido no alambrado para festejar gol

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

04 de abril de 2017 | 12h30

O volante Tchê Tchê criticou nesta terça-feira o lance mais polêmico da vitória do Palmeiras por 3 a 1 sobre o Novorizontino, no último domingo, pelo Campeonato Paulista. O atacante Róger Guedes levou o segundo cartão amarelo e acabou expulso por subir no alambrado para comemorar seu gol, em decisão da arbitragem que irritou a equipe alviverde.

O jogador palmeirense recebeu o vermelho logo após marcar o terceiro na vitória que deu ao time a vantagem nas quartas de final do Campeonato Paulista. Tchê Tchê defendeu a vibração do companheiro e considerou a punição muito rígida. "O momento mais importante do futebol é quando se faz um gol. Muitas vezes o jogador passa por um momento adverso, faz o gol e extravasa. Particularmente, isso priva o jogador de fazer certas coisas. Não deveria existir essa punição", afirmou.

Tchê Tchê disse que a expulsão vai causar um desfalque importante, pois na sexta-feira o Palmeiras não poderá escalar Róger Guedes na partida no Pacaembu, pelo confronto de volta das quartas de final. A equipe pode perder por até um gol de diferença que estará classificada para a semifinal da competição.

A primeira fase do Estadual trouxe para Tchê Tchê uma tristeza, o rebaixamento do Audax, clube onde foi vice-campeão no ano passado e se destacou. "No futebol não existe justiça, nem sempre o resultado vem. Fiquei muito triste com o rebaixamento deles, porque tenho amigos lá, até o próprio treinador, o Fernando Diniz, é muito próximo. Esperamos que no ano que vem eles se reergam e voltem à elite", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.