Alexandre Lops/Divulgação
Alexandre Lops/Divulgação

Técnico Abel Braga critica atuação e vê vitória 'sem brilho' do Inter

Sem poder utilizar o estádio Beira-Rio, equipe teve que jogar em Novo Hamburgo

Agência Estado

19 de fevereiro de 2014 | 08h56

NOVO HAMBURGO - Embora o Internacional tenha vencido o Juventude por 2 a 1, na noite desta terça-feira, em Novo Hamburgo, e mantido a sua invencibilidade no Campeonato Gaúcho, o técnico Abel Braga admitiu que não gostou da atuação da equipe, qualificada por ele como "sem brilho" no Estádio do Vale.

"No primeiro tempo, até apagarem as luzes, fomos bem. Depois a coisa ficou ruim, não foi o nosso time. O segundo tempo não foi legal. Eu não gostei. Foi uma vitória sem brilho", disse o comandante, se referindo ao confronto que foi interrompido já na etapa inicial por causa de uma queda de energia elétrica.

Abel também reclamou do fato de o Inter não ter podido usar o Beira-Rio como mandante do confronto desta terça, sendo que o estádio foi palco do seu primeiro evento-teste para Copa do Mundo de 2014 no último sábado, quando a equipe colorada goleou o Caxias por 4 a 0, em um jogo com público máximo limitado a 10.250 pessoas.

"O Gauchão é difícil. Mas você tem o estádio mais charmoso do mundo e não pode jogar lá. Hoje (terça) aconteceu de tudo. Jogamos 25 minutos e esperamos 45 minutos para a luz voltar", reclamou o técnico, ao comentar a partida na qual também ocorreu uma confusão no primeiro tempo que culminou com a expulsão de um jogador de cada lado. No caso, Diogo, do Juventude, e Fabrício, do Inter, foram excluídos de campo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.