Patrik Stollarz/AFP
Patrik Stollarz/AFP

Técnico alemão confirma Schweinsteiger contra Itália

O meio-campista se queixou de dores no joelho, mas Low afirmou que todos têm condições de jogar

AE-AP, Agência Estado

26 de junho de 2012 | 10h08

GDANSK - O volante Bastian Schweinsteiger terá condições de defender a seleção da Alemanha nas semifinais da Eurocopa, na quinta-feira, em partida contra a Itália. O meio-campista se queixou de dores no tornozelo que poderiam deixá-lo fora do duelo, mas o técnico Joachim Low disse nesta terça que todos os seus jogadores estão liberados para enfrentar a Itália em Varsóvia, incluindo Schweinsteiger.

"Ele é o líder emocional da equipe, ele faz um monte de perguntas, ele amadureceu muito nos últimos dois anos", disse Low. "Ele é muito importante para nossa equipe. Nós precisamos dele em campo".

Schweinsteiger sofreu uma lesão no tornozelo direito em fevereiro e disse no domingo que não havia se recuperado adequadamente. O jogador do Bayern de Munique foi titular em todos os jogos da Eurocopa, mas alguns passes ruins nas quartas de final contra a Grécia levantaram preocupações. "Bastian é autocrítico, ele sabe quais foram seus erros e isso não vão acontecer de novo", disse Low.

O técnico, que mexeu na escalação e mudou o setor ofensivo na vitória por 4 a 2 sobre a Grécia, não descartou novas alterações. "A Itália tem uma qualidade completamente diferente. Eu posso mudar uma ou duas coisas", disse Low.

Porém, o técnico não adiantou quais mudanças pode fazer. Contra a Grécia, Miroslav Klose substituiu Mario Gomez enquanto Marco Reus e Andre Schurrle ficaram com as vagas de Thomas Muller e Lukas Podolski, respectivamente. "A nossa filosofia, o nosso jogo não vai mudar", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolEurocopaAlemanhaSchweinsteiger

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.