Técnico alemão decide voltar ao comando do Togo

O técnico alemão Otto Pfister decidiu nesta segunda-feira voltar ao comando do Togo para a disputa da Copa do Mundo. Ele havia abandonado a seleção na última sexta, por causa de problemas entre os jogadores e os dirigentes para acertar o valor da premiação para o Mundial - inclusive, três sessões de treinos chegaram a ser suspensas por causa da briga."Após receber um fax da Federação Togolesa, eu posso afirmar que voltarei e estarei no banco para enfrentar a Coréia do Sul", revelou Pfister. O porta-voz da seleção togolesa, Messan Attalou, confirmou que o técnico voltará ao comando do grupo. "Ele será o nosso técnico durante todo o Mundial".Togo disputará pela primeira vez a Copa do Mundo. A estréia contra a Coréia será em Frankfurt. Os outros adversários no Mundial serão a França e a Suíça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.