Técnico aposta na recuperação da Ponte

Revoltado pela perda de quatro pontos no STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva) pelo uso irregular do volante Roberto, o treinador da Ponte Preta, Abel Braga, confia na raça e disposição de seus jogadores, que estão "comemorando gols até em treinos", e promete muita luta até o final. "Perdemos os pontos, mas não a dignidade, nosso caráter e a transparência", completou o treinador, que depois de ser muito criticado pela torcida, tem ouvido seu nome gritado pelos mesmos torcedores que o crucificavam."Não me preocupo com as críticas. Sabia que meu trabalho estava sendo feito em prol do time. Agora mais do que nunca precisamos do apoio da torcida, que tem que gritar o nome de todos os jogadores", disse o treinador. Novo lanterna do Brasileirão, com apenas três pontos ganhos, a Ponte Preta enfrenta o Atlético-MG domingo, às 16 horas, no estádio Moisés Lucarelli, com algumas mudanças em relação ao time que empatou sem gols com o Figueirense.Sem poder contar com o lateral-direito Mantena, suspenso, Abel deve promover a estréia de Marquinhos, contratado junto ao Bangu em seu lugar. Além dele, o volante Romeu e o meia Nenê podem aparecer pela primeira vez entre os titulares da Ponte Preta. A definição, como sempre, o treinador só promete divulgar momentos antes da partida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.