Técnico celebra vaga e 'tempo para trabalho' no Cruzeiro

A vitória por 3 a 0 diante do CSA, em Maceió, na última quarta-feira, garantiu o Cruzeiro na segunda fase da Copa do Brasil sem precisar disputar o confronto de volta. Isso significa mais tempo livre para Marcelo Oliveira trabalhar o time em meio à maratona de jogos do calendário brasileiro, algo comemorado pelo treinador, que também exaltou a vitória de sua equipe.

AE, Agência Estado

11 de abril de 2013 | 11h25

"O CSA teve muita correria no primeiro tempo, é uma equipe rápida. Não sei se sentimos um pouco o desgaste físico do clássico de domingo, a viagem longa, e esse calor. Muita dificuldade, e por isso a gente valorizou muito essa vitória. Foi importante eliminar o jogo de volta, já que a data seria próxima à semifinal do Campeonato Mineiro. Assim, teremos mais tempo para trabalhar e menos desgaste numa semana importante", declarou.

Mesmo com o placar, o Cruzeiro teve bastante dificuldade ao longo da partida, algo considerado normal pelo técnico. "Tem dia que vamos ter dificuldades mesmo, em função da marcação, da pouca inspiração, ou do desgaste físico. Mas temos jogadores de qualidade, por isso deixamos eles o maior tempo possível, pois são jogadores que em uma jogada podem decidir a partida. E, mais uma vez, uma participação muito boa do banco, no sentido de grupo, jogadores entrando bem, e, por isso, temos que valorizar."

Entre os jogadores que saíram do banco, destaque novamente para Ricardo Goulart, que entrou bem, marcou seu gol e foi elogiado por Marcelo Oliveira. "O Goulart, novamente mostrando porque veio, recompondo a marcação, e que tem um extremo poder de conclusão, está sempre preparado para concluir. Certamente, é um titular também, que vai nos ajudar muito na sequência", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.