Técnico Cidinho pede calma ao elenco do Guarani

A derrota para o São Caetano, por 2 a 0, deixou o elenco do Guarani mais preocupado com relação à situação do time no Campeonato Paulista. Em penúltimo lugar, com 13 pontos, o time campineiro terá mais três jogos para evitar o rebaixamento à Série A2: Corinthians (casa), Mirassol (casa) e Bragantino (fora).

AE, Agencia Estado

25 de março de 2009 | 18h09

Ao comentar sobre o perigo do rebaixamento, o técnico Cidinho, de 62 anos, pediu calma aos seus jogadores. Para o treinador, efetivado no cargo até o término do Paulistão, o Guarani não pode se desesperar, pois isso pode atrapalhar o desempenho na reta final. O próximo compromisso do time será contra o Corinthians, no sábado, às 21h10, em Campinas.

"É hora de levantar a cabeça. Não podemos entrar em desespero neste momento. Vamos com calma, pensar no Corinthians, tentar ganhar a partida. Sobre o time, veremos depois", declarou o treinador, que terá quatro reforços.

O lateral-direito Maranhão e o meia Bruno devem ser liberados pelo Departamento Médico e já participarão do treinamento desta quinta-feira. Já o volante Gláuber e o atacante Fernando Gaúcho voltaram aos treinos e estão em condições de voltar ao time, desde que o técnico os escale.

Mais conteúdo sobre:
futebolGuaraniCidinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.