Técnico cobra atenção no São Caetano

No desembarque da delegação do São Caetano, nesta segunda-feira em São Paulo, o técnico Estevam Soares, além do cansaço, não fez questão nenhuma de esconder a sua irritação pela derrota para o Paysandu, por 3 a 2, domingo, em Belém (PA). Ele promete ter um conversa séria com o elenco, cobrando mais atenção, na apresentação do time, nesta terça-feira, às 16 horas, no Estádio Anacleto Campanella.Para Soares, o time não pode sofrer gol decisivo no final do jogo, principalmente após sair de um resultado adverso de 2 a 0. Dimba marcou dois gols no segundo tempo, mas o Paysandu definiu a vitória aos 40 minutos, com Robgol. "Vivemos duas situações diferentes: saímos de uma derrota de 2 a 0, mostrando poder de reação, mas bobeamos no final, quando sofremos o terceiro gol. Naquela hora era preciso ter atenção redobrada e mandar a bola para o mato. Infelizmente, entregamos o ouro para o bandido", disse Estevam Soares, chateado. Na primeira rodada, no empate de 2 a 2 com o Palmeiras, a vitória escapou no finalzinho.O próximo jogo do Azulão será em casa diante do Flamengo, domingo, pela quinta rodada. A derrota em Belém deixou o time do ABC com cinco pontos, em 11.º lugar. A novidade pode ser a volta do volante Paulo Miranda, que deve ser liberado pelo departamento médico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.