Vitor Silva/SS Press
Vitor Silva/SS Press

Técnico critica reservas do Botafogo após derrota para a Cabofriense

Eduardo Hungaro ficou furioso com o gol tomado logo no retorno para a segunda etapa

Agência Estado

27 de janeiro de 2014 | 10h52

MACAÉ - O técnico do Botafogo, Eduardo Hungaro, não escondeu a sua decepção com a derrota por 2 a 1 para a Cabofriense, sofrida no último domingo, em Macaé, pela terceira rodada do Campeonato Carioca. O treinador não poupou o time de críticas, embora tenha escalado uma formação totalmente reserva, enquanto os titulares foram poupados para a estreia na Copa Libertadores, nesta quarta-feira, diante do Deportivo Quito, no Equador.

"Não gostei do primeiro tempo, a equipe esteve lenta, errou muito passe, errou muito domínio de bola. O trio de meio-campo jogou muito atrás, precisava subir um pouquinho mais, já no primeiro tempo a gente fez a alteração, subindo mais um pouquinho o Renato... depois a equipe melhora, cria algumas jogadas perigosas, mas nada que dê um pouco mais de trabalho ao goleiro deles. Essa foi uma situação que praticamente aconteceu no jogo: a gente chegou perto da área, mas grandes defesas o goleiro deles não fez", ressaltou o comandante.

Hungaro também lamentou o fato de que o Botafogo levou o segundo gol da Cabofriense apenas dois minutos depois de ter empatado o jogo no segundo tempo. "Conseguimos o gol de empate. Mas em um momento inoportuno levamos o segundo gol, o que criou uma série de dificuldades para as nossas ações. Foi a pior partida dessa equipe", admitiu.

Por causa da derrota deste domingo, o Botafogo despencou para o sétimo lugar do Campeonato Carioca, com cinco pontos, sendo que o time já disputou quatro partidas após ter seu confronto da quarta rodada, contra o Madureira, antecipado por causa de sua participação na fase preliminar da Copa Libertadores.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoEduardo Hungaro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.