Johannes Eisele/AFP
Johannes Eisele/AFP

Técnico da Dinamarca lamenta derrota nos pênaltis: 'Brutalidade do futebol'

Dinamarqueses são eliminados pelos croatas nas oitavas de final da Copa do Mundo

Estadão Conteúdo

01 Julho 2018 | 19h18

O técnico Age Hareide lamentou a forma com que a Dinamarca foi derrotada para a Croácia, por 3 a 2 nos pênaltis, neste domingo, em Nijni Novgorod, após empate por 1 a 1 persistir até a prorrogação, em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia.

+ TEMPO REAL - Croácia 1 (3) x (2) 1 Dinamarca

+ Após pegar 3 pênaltis e perder, Schmeichel se diz orgulhoso da Dinamarca

Age Hareide afirmou que os três atletas da equipe melhor preparados para as cobranças de penalidades perderam as suas chances - Eriksen, Schöne e Nicolai Jorgensen pararam no goleiro croata Subasic. O arqueiro dinamarquês Kasper Schmeichel pegou pênalti de Modric ainda na prorrogação e, depois, outros dois tiros na decisão. Mas não o suficiente para impedir a eliminação.

"Os nossos três melhores jogadores para as penalidades perderam. Eu sinto muito por Kasper e toda a equipe. Mas isso é o que pode acontecer nas penalidades e é a brutalidade do futebol", afirmou Age Hareide.

 

O treinador voltou a elogiar a Croácia, que havia vencido as três partidas da fase de grupos e chegou às oitavas de final como favorita. Para ele, sua equipe anulou as jogadas ofensivas dos croatas e ainda teve boa posse de bola no meio de campo, principalmente na etapa final. "É o melhor time da Europa para os contra-ataques. Ter o controle era importante e achei que tivemos isso no segundo tempo", analisou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.