Técnico da Espanha diz Brasil mereceu o título do Mundial

'A seleção do Brasil foi campeã com justiça, fizeram uma grande partida hoje', afirma López

EFE,

19 de outubro de 2008 | 17h21

RIO - O técnico da Espanha, Venancio López, considerou justa a conquista do Mundial de futsal pela seleção brasileira neste domingo, no Maracanãzinho. O Brasil venceu a final nos pênaltis por 4 a 3, após empate em 2 a 2 no tempo normal e prorrogação. "A seleção do Brasil foi campeã com justiça, fizeram uma grande partida hoje", disse.Veja também: Papel de parede: 800x600; 1024x768; 1280x1024 Mundial de Futsal - Classificação, calendário e resultadosNos pênaltis, Brasil conquista o hexa no Mundial de futsal Geração Falcão também é campeã Supremacia reconquistada no cenário MundialPC Oliveira: 'Brasil agora é respeitado por seu jogo coletivo'Para o treinador, seus jogadores foram ao limite, mas souberam manter a frieza quando estavam atrás no placar. "Numa final, qualquer coisa pode acontecer. Fomos ao nosso limite nesta partida emocionante. Soubemos manter a cabeça nos momentos difíceis e buscamos o empate", disse. "Saímos orgulhosos, pois pênaltis são uma loteria. No final, quem ganhou foi o futsal, o que é mais importante", completou.López também afirmou que tem a sensação de dever cumprido e lembrou que a Espanha não perdeu nenhum jogo no Mundial. "A sensação é de dever cumprido. Todo mundo considerava o Brasil favorito, mas demonstramos ter um nível competitivo muito alto, com jogadores de técnica e qualidade muito alta. Estas duas equipes mostraram que são as melhores seleções do mundo", disse.Sobre a ausência do brasileiro naturalizado espanhol Daniel, López reconheceu que o pivô fez falta nesta final. Lesionado, o jogador foi vetado para a decisão. "Daniel seria importante no ataque, em alguns momentos, apesar de termos criado claras chances de gol. Daniel tem talento para fazer coisas diferentes e sentimos sua falta hoje", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Mundial de Futsal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.