Murad Sezer / Reuters
Murad Sezer / Reuters

Técnico da Espanha minimiza falha de De Gea e garante goleiro como titular

Técnico diz que atleta está lidando com a questão com naturalidade e já esfriou a cabeça

Estadão Conteúdo

18 Junho 2018 | 07h42

O técnico da Espanha, Fernando Hierro, informou nesta segunda-feira em entrevista coletiva em Krasnodar que o goleiro David de Gea continuará como titular de sua seleção na Copa do Mundo. O jogador foi contestado pela imprensa local depois de falhar no empate por 3 a 3 com Portugal, na primeira partida da competição.

+ Com dores na coluna, goleiro Pepe Reina desfalca treino da Espanha

+ Após vitória suada contra o Marrocos, zagueiro do Irã sonha em bater a Espanha

+ Com Portugal e Espanha pela frente, meia do Marrocos acredita em classificação

"A decisão na minha cabeça está muito clara. Vemos tudo com tranquilidade. Ele tem treinado como sempre e sabemos como é o futebol. Foi um erro pontual. Temos total confiança e carinho pelo jogador. Tenho minhas ideias claras e sei qual caminho seguir. Por minha experiência sei que os jogadores precisam de confiança", afirmou.

Para Hierro, o apoio ao goleiro deve ser mostrado não só em seus bons momentos. "Na dificuldade conta o psicológico e a personalidade de cada um. Como foi visto, a reação dele foi de naturalidade. Já passou por situações difíceis. Vamos ser o mais justo possível", prosseguiu.

De Gea falhou no segundo gol de Portugal na última sexta-feira. Cristiano Ronaldo chutou rasteiro, ele se abaixou para fazer a defesa, a bola bateu em sua mão e entrou. No dia seguinte à partida, em sua folga, De Gea aproveitou para ficar com a família, que também viajou à Rússia.

 

"Às vezes as coisas necessitam de tempo e espaço. Nem tudo é ação e reação. Ele teve um dia livre, esfriou a cabeça. Nos interessa mais a naturalidade com que lidamos. Temos conversado bastante e temos claro o caminho", finalizou o treinador.

Depois do empate na estreia pelo Grupo B, a seleção espanhola voltará a campo na próxima quarta-feira, às 15h (de Brasília), para enfrentar o Irã, em Kazan. Portugal jogará no mesmo dia, às 9h, contra Marrocos, em Moscou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.