Técnico da Holanda pede 'pés no chão' por classificação

Com alerta de Van Gaal, o treinador holandês elogiou a postura dos holandeses nos dias seguintes, principalmente dos veteranos

Agência Estado

17 de junho de 2014 | 17h58

O técnico holandês, Louis van Gaal, não quer deixar que seus jogadores sejam afetados psicologicamente pela imponente goleada de 5 a 1 conseguida diante da Espanha, atual campeã mundial, na estreia da Copa do Mundo. Ele pediu seriedade na partida contra a Austrália, nesta quarta-feira, para carimbar a classificação para a próxima fase.

"Temos que manter os pés no chão. Não podemos pensar no futuro, não será fácil", disse Van Gaal, nesta terça, em entrevista coletiva de imprensa no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, local da partida contra os australianos, pela segunda rodada do Grupo B.

Apesar do alerta, Van Gaal elogiou a postura de seus jogadores depois da estreia, especialmente a dos veteranos, que controlaram o ímpeto do grupo após o difícil duelo contra o time que tirou da Holanda o título mundial de 2010. "Os mais experientes sabem o que está acontecendo e, de imediato, se deram conta de que foi somente uma vitória", elogiou.

Sobre os australianos, Van Gaal disse que não espera que joguem defensivamente. "Acho que a Austrália tentará buscar o resultado. O treinador é muito bom e está apostando nessa possibilidade", disse, explicando que o time da Oceania precisa do resultado para se manter vivo no Mundial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.