Carl Recine / Reuters
Carl Recine / Reuters

Técnico da Inglaterra diz já ter '19 ou 20 nomes' garantidos na Copa

Treinador diz estar satisfeito com resultados de últimos amistosos contra seleções de peso

Estadão Conteúdo

28 Março 2018 | 10h54

O técnico da seleção inglesa, Gareth Southgate, está perto de fechar a lista dos seus convocados para a Copa do Mundo da Rússia. Após o empate por 1 a 1 com a Itália, na terça-feira, ele afirma ter "19 ou 20" nomes já garantidos na lista final de jogadores que levará para a Rússia, em junho.

+ Sampaoli reconhece dificuldades da Argentina em Madri: 'A Espanha nos estapeou'

Entidades cobram Fifa por atos racistas de russos em jogo com a França

"Houve jogadores que tiveram um rendimento muito bom [contra a Itália] e que concretizaram suas vagas. Não na lista de 23 jogadores, que já tenho definido 19 ou 20 nomes, mas na relação preliminar", declarou o treinador, satisfeito com o desempenho geral nos últimos amistosos.

A partir de novembro do ano passado, a seleção inglesa enfrentou adversários de peso, pensando na Copa do Mundo. Houve empates sem gols com a Alemanha e a seleção brasileira, vitória sobre a Holanda por 1 a 0 e o empate com a Itália, na terça-feira.

"Nestes últimos quatro jogos, jogamos contra quatro das maiores seleções do mundo. Eles estão em diferentes níveis de evolução. Estivemos competitivos em cada jogo. Nossos padrões de jogo foram se tornando mais claros. Vamos melhorar quanto mais trabalharmos juntos", afirmou Southgate.

Como avaliação desta série de jogos mais difíceis, o treinador admite ter "aprendido muito" na preparação para a Copa. "Tentamos coisas novas e aprendemos muito. O que mais eu gosto é de como estamos resolvendo nossos problemas, quando há mudanças no rival, no esquema tático", declarou o técnico.

Na Copa do Mundo, a Inglaterra está no Grupo G, ao lado de Bélgica, Panamá e Tunísia. A estreia será contra a equipe tunisiana no dia 18 de junho, em Volgograd.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.