Técnico da Inter-SP fala da má fase

A vida de técnico não é nada fácil, mas para Sérgio Ramirez, técnico da Internacional de Limeira, o martírio parece não ter fim. Mesmo sabendo da saída de Marco Aurélio do comando do Palmeiras e da crise que ronda o Parque Antarctica, ele prevê grandes dificuldades no confronto, deste domingo, em São Paulo."A situação do Palmeiras é ruim, mas a nossa ainda é pior...", desabafou Ramirez, que desde o início do campeonato Paulista está balançando no cargo. O seu time é o lanterna do Paulistão, com apenas quatro pontos ganhos, e até agora ainda não venceu nenhum jogo na competição. "Infelizmente os técnicos vivem de vitórias. Caso contrário, a pressão é insuportável", comentou em tom consciente de que novos tropeços poderão lhe custar o emprego no Limeirão.A Inter, de qualquer modo, está em franca recuperação. Empatou os últimos três jogos, abrindo a perspectiva de melhores dias, principalmente, pela chegada de reforços de qualidade como os experientes volante Pintado e o meia Caio. Mesmo assim, Ramirez sabe que seu destino está traçado e que seu futuro dependerá dos sucessos em campo. "Ninguém vive de derrotas", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.