Técnico da Inter-SP faz mistério

O mistério tem sido a tática mais utilizada pelo técnico Luiz Carlos Ferreira, da Internacional, para tentar surpreender os adversários no Campeonato Paulista da Série A-1. Para o jogo contra a Portuguesa Santista, domingo, em Limeira, não vai ser diferente. Ferreira tem algumas dúvidas, principalmente no meio-de-campo. O volante Valdir deixou o clube na terça-feira, depois de acertar sua transferência para o Atlético-PR, e o técnico ainda não definiu quem vai substituí-lo. "Ainda tentamos convencer a diretoria do Atlético para deixar o Valdir participar de mais esse jogo, mas não foi possível", lamentou o treinador. Valdir, inclusive, já havia voltado de Curitiba-PR uma vez para defender a Inter contra o Botafogo de Ribeirão Preto. O volante fez as malas e viajou para a capital paranaense, mas teve de retornar porque o prazo de 90 dias de seu contrato com o time limeirense ainda não havia sido encerrado. A vaga de Valdir pode ser ocupada por Vitor ou Dirlei, que se recuperaram de contusões e reforçam o elenco. Até mesmo o zagueiro Ramalho pode ser improvisado no setor. Outro desfalque de Ferreira é o volante Émerson, que recebeu o segundo cartão amarelo na rodada passada e não joga contra a Portuguesa Santista. "É preciso observar com calma e decidir pela melhor opção para que a Inter possa fazer mais uma boa apresentação no domingo. Teremos um adversário difícil pela frente e temos de nos impor em casa para sairmos vitoriosos", destacou o técnico Luiz Carlos Ferreira, garantindo que a escalação oficial só sairá nos vestiários. O treinador também já assistiu ao teipe do jogo da Santista contra o Rio Branco e vem orientando os jogadores para as principais jogadas do adversário. "Temos de repetir nossa última atuação, na goleada sobre a Portuguesa de Desportos. Entramos em campo confiantes e, por isso, conseguimos o resultado positivo", afirmou. A Internacional está na 14ª colocação, com 11 pontos, e ainda corre sério risco de rebaixamento. O time, porém, deixou a lanterna há duas rodadas, depois das vitórias sobre o Botafogo e a Portuguesa de Desportos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.