Técnico da Ponte Preta deixa Borges na reserva em estreia no Brasileirão

O atacante Borges foi anunciado em março como o grande reforço da Ponte Preta para o Campeonato Brasileiro. O experiente jogador, no entanto, deve começar no banco de reservas no jogo de estreia da equipe, contra o Grêmio, neste domingo cedo, em Porto Alegre. O técnico Guto Ferreira pretende apostar em uma formação mais veloz, com as presenças de Rildo e Biro Biro no ataque.

Estadão Conteúdo

08 de maio de 2015 | 18h45

A escolha faz parte da estratégia do treinador, que pretende utilizar formações diferentes para jogos em casa e fora. Quando for visitante, o time terá um meio-campo em forma de losango e dois velocistas abertos à frente. Em Campinas, Borges deve atualizar isolado no ataque, à frente de uma linha de três meias. "Temos trabalhado algumas alternativas e vamos utilizá-las conforme as necessidades", disse Guto Ferreira.

A Ponte deve iniciar o jogo com a mesma formação que perdeu por 3 a 2 o amistoso contra o Orlando City, time do meia Kaká, no sábado passado, na Flórida, nos Estados Unidos. Estes jogadores considerados titulares, além de Borges, foram poupados e sequer viajaram para São Luís (MA). Mesmo com o time reserva, os campineiros venceram por 2 a 1 o Moto Club, no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil.

Os reforços anunciados nesta semana, como os atacantes Felipe Azevedo, que veio do Sport, e Cesinha, que estava no Atlético-MG, ainda não estrearão no fim de semana. Já o lateral-esquerdo Gilson, emprestado pelo Cruzeiro, está confirmado entre os titulares.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaBorges

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.