Técnico da Roma não é punido por usar celular em jogo

O técnico da Roma, Rudi García, não será multado ou receberá qualquer outro tipo de punição por ter usado um telefone celular no banco de reservas durante a primeira partida da equipe neste Campeonato Italiano. O curioso incidente ocorreu no primeiro tempo do duelo no qual seu time derrotou o Livorno por 2 a 0, no último domingo, quando ele estreou como novo comandante romano.

AE-AP, Agência Estado

27 de agosto de 2013 | 12h05

Falar ao celular no banco de reservas não é permitido, mas o árbitro da partida não reportou na súmula do confronto o ocorrido, assim como os dirigentes da Federação Italiana de Futebol não mencionaram a irregularidade para as autoridades.

Ao comentar a sua atitude, García disse que apenas discutia táticas com um assistente que estava na tribuna do Estádio Armando Picchi, em Livorno, sendo que ele já havia realizado este tipo de prática para se comunicar quando era comandante do Lille no Campeonato Francês.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolRomaRudi García

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.