Lee Smith/Reuters
Lee Smith/Reuters

Técnico da seleção da Albânia, Panucci processa ex-presidente do país

Italiano acionou na Justiça Bujar Nishani por conta de ofensas postadas nas redes sociais

Estadão Conteúdo

17 de setembro de 2018 | 15h58

Técnico da seleção da Albânia, o italiano Christian Panucci acionou na Justiça o ex-presidente do país, Bujar Nishani, por conta de ofensas postadas nas redes sociais. O político chamou o ex-jogador da seleção italiana de "charlatão".

Panucci, de 45 anos, abriu processo contra Nishani, que foi presidente da Albânia até o ano passado, pedindo indenização de 100 mil euros (cerca de R$ 484 mil) por ter sua imagem prejudicada.

Nas redes sociais, o político fez a crítica ao treinador após a derrota da seleção do país para Kosovo por 3 a 0, no fim de maio: "Kosovo-Albânia. Bravo, Kosovo! Panucci, um charlatão que está destruindo o que foi construído [na seleção]". O juiz Anila Karanxha vai anunciar uma decisão inicial sobre o caso num prazo de 30 dias.

Panucci comanda a seleção da Albânia desde julho do ano passado. Antes, ele treinou Ternan e Livorno e foi assistente na seleção da Rússia entre 2012 e 2014. Como jogador, o então lateral-direito defendeu a seleção italiana desde a base. Esteve em Olimpíadas e na Copa do Mundo de 2002.

Foi ainda jogador de clubes como Milan, Real Madrid, Inter de Milão e Chelsea. Tem passagens também por Monaco, Roma, Parma e Genoa.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Bujar Nishani

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.