Técnico da seleção norte-americana, Bradley é demitido

O desempenho ruim dos Estados Unidos na Copa Ouro custou a demissão do técnico Bob Bradley. Nesta quinta-feira, o presidente da U.S. Soccer, Sunsil Gulati, anunciou mudanças no comando da seleção e agradeceu o trabalho de Bradley, que levou a equipe até as oitavas de final na Copa do Mundo da África do Sul.

AE, Agência Estado

28 de julho de 2011 | 17h30

O treinador estava desde janeiro de 2007 no comando da seleção dos Estados Unidos e tinha renovado seu contrato para mais um ciclo de quatro anos, já visando a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. "Nós gostaríamos de agradecer Bob Bradsley pelo seu serviço e pela dedicação à equipe durante os últimos cinco anos", disse Gulati.

No período, Bradsley treinou a seleção dos EUA em 80 jogos, com 43 vitórias, 25 derrotas e 12 empates. Caiu por conta do desempenho ruim na Copa Ouro, disputada em casa, e encerrada há pouco mais de um mês. Acabou com o vice-campeonato do torneio, mas perdeu para o Panamá (2 a 1) e levou 4 a 2 do México na decisão. Deixa a seleção com o título da Copa Ouro 2007 e o vice-campeonato da Copa das Confederações 2009.

"Durante este tempo como treinador do nosso time masculino, ele deu ao time uma série de conquistas, mas nós sentimos que agora é o momento certo para fazer uma mudança. É sempre difícil tomar uma decisão dessa, especialmente quando envolve alguém que respeitamos tanto quanto Bob", completou Gulati.

Os Estados Unidos voltam a campo no próximo dia 10 de agosto. Terão uma revanche contra o México, na Filadélfia.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolEUABob Bradley

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.