Técnico da seleção norueguesa deixa cargo após 5 anos

O técnico Aage Hareide deixou nesta segunda-feira o comando da seleção da Noruega, onde estava desde 2003. Ele admitiu que não encontrava mais motivação para comandar a equipe devido aos fracos resultados nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul."Eu já carregava uma carga negativa antes de cada partida. Nesse tipo de situação, o técnico deve ser forte e ter o máximo de energia. Eu sou uma pessoa que, ou faço tudo no máximo, ou não faço. Quando percebi que não tinha mais o pique, achei sensato assumir isso", afirmou o treinador.Depois de promissoras atuações na década de 90, a seleção norueguesa está em decadência no cenário internacional. Desde a Eurocopa de 2000, quando caiu na primeira fase da Eurocopa, a equipe não participa de um torneio de grande expressão.Anos antes, em 1994 e 1998, a seleção destacou-se nos Mundiais dos Estados Unidos e da França, com campanhas que chamaram a atenção. Na América do Norte, a seleção foi eliminada nos critérios de desempate, mas registrou uma vitória por 1 a 0 contra o México. Quatro anos depois, venceu o Brasil por 2 a 1 e foi às oitavas-de-final, quando caiu diante da Itália, por 1 a 0.Nas Eliminatórias do Mundial de 2010, a situação norueguesa está longe dos dias de glória da equipe. Com dois empates e uma derrota, a seleção é a última colocada no Grupo 9, liderado pela Holanda. Escócia, Islândia e Macedônia são as outras adversárias na chave - todas venceram ao menos uma partida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.