Técnico da Suécia diz que ambos times poderiam ter vencido

Lars Lagerbaeck, técnico da seleção da Suécia afirmou que o empate de 2 a 2 com a Inglaterra, nesta terça-feira, em Colônia, foi "uma partida muito disputada, em que qualquer um dos dois times poderia ter saído de campo com a vitória". Porém, mesmo assim comemorou o empate que garantiu a classificação de sua equipe para as oitavas-de-final.Autor do gol de empate dos suecos, o atacante Henrik Larsson, ex-Barcelona, deu os "parabéns" para a seleção inglesa, "que não ganha de nós há 38 anos, e continua não vencendo", cutucou o atleta, que nessa partida tornou-se o jogador a disputar mais jogos pela Suécia em Copas do Mundo. Ele já disputou 12 jogos em Mundiais, participando das Copas de 1994, nos Estados Unidos, em 2002, na Coréia do Sul e no Japão e na competição atual.Com isso, Larsson supera a marca de 11 jogos que dividia com Bo Larsson (que participou das Copas de 1979, 1974 e 1978) e com Karl Svenson (que atuou pela seleção sueca em 1950, 1954 e 1958). "Minha equipe parece desmotivada no primeiro tempo, mas voltamos para a segunda etapa com outra mentalidade e conseguimos jogar um bom futebol e fomos melhores que os ingleses", explicou o treinador.Sobre a Alemanha, próxima adversária da Suécia, agora pelas oitavas-de-final do Mundial, Lagerbaeck acha que sua equipe precisa jogar ofensivamente, pois pensa que a defesa é o ponto fraco dos donos da casa."A Alemanha tem um time muito bom e está jogando com a força de sua torcida, mas contra a Costa Rica pudemos ver que o setor defensivo é o ponto fraco deles. Precisamos investir na força de nosso ataque se quisermos continuar na competição", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.