Técnico da Tunísia é criticado por mau tratamento a jornalistas

Francês Roger Lemerre recebe duras críticas da imprensa após vitória sobre a África do Sul

Efe

28 de janeiro de 2008 | 13h25

A imprensa da Tunísia comemorou nesta segunda o triunfo da seleção de seu país sobre a África do Sul em jogo disputado na Copa da África de Nações (CAN), mas criticou de forma dura o técnico Roger Lemerre por seu "mau tratamento" a jornalistas. Os jornalistas enviados à Gana para realizarem a cobertura da CAN afirmam que Lemerre os "insultou" em entrevista coletiva realizada após o confronto com a equipe comandada pelo técnico Carlos Alberto Parreira, mostrando assim "seu desprezo para com os jornalistas".Segundo os jornalistas, Lemerre chegou a confiscar o tripé de um câmera da emissora Hanibal quando o mesmo tentava se aproximar dos jogadores em um treino.O técnico francês da equipe tunisiana acabou obrigado a devolver o tripé quando um representante da CAN ameaçou denunciá-lo à Polícia de Gana, e o incidente, segundo o jornal Babnet, criou um profundo mal-estar entre Lemerre e a imprensa.

Tudo o que sabemos sobre:
CANCopa da África de Nações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.