Técnico David Moyes pede desculpas após ameaçar dar tapa em uma repórter

Vídeo mostra treinador do Sunderland irritado durante entrevista para Vicki Sparks, da BBC

Estadao Conteudo

03 de abril de 2017 | 10h50

O técnico David Moyes se manifestou nesta segunda-feira sobre um vídeo divulgado recentemente em que aparece ameaçando dar um tapa em uma repórter da BBC. O caso ganhou uma grande repercussão negativa na Inglaterra e obrigou o treinador do Sunderland a pedir desculpas publicamente.

"Me arrependo profundamente pelos comentários que eu fiz", garantiu Moyes em entrevista coletiva. "Esta pessoa não sou eu. Foi no calor do momento", tentou se justificar.

Após o empate por 0 a 0 com o Burnley, no dia 18 de março, Moyes era entrevistado pela jornalista Vicki Sparks quando perdeu a paciência. "Você estava começando a soar um pouco maldosa no fim. Então, cuidado. Você ainda pode levar um tapa, mesmo sendo uma mulher. Cuidado na próxima vez que vier", disse, acreditando que a câmera já estava desligada.

O vídeo ganhou as páginas da internet nos últimos dias, e a repercussão fez com que o treinador se manifestasse. Ele afirmou que já entrou em contato com a repórter e que foi desculpado por ela.

"Eu aceito que foi um erro. Falei com a repórter da BBC, que aceitou minhas desculpas. O Sunderland já sabia disso há duas semanas. Às vezes, estas coisas acontecem no calor do momento", comentou.

A BBC confirmou, em comunicado, que Vicki Sparks aceitou o pedido de desculpas de Moyes, mas diversas frentes pediram uma punição ao treinador, como a congressista Rosena Allin-Khan, que trabalha no Ministério do Esporte britânico. "Isso é uma desgraça. David Moyes não pode se safar com estas ameaças sexistas. A FA (Associação de Futebol da Inglaterra) precisa tomar uma atitude imediatamente", ela exigiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.