Técnico de Gana diz que é um "orgulho" enfrentar o Brasil

O técnico da seleção de Gana, Ratomir Dujkovic, revelou após a vitória sobre os Estados Unidos que seus jogadores ficaram muito orgulhosos de terem o Brasil como provável adversário nas oitavas-de-final da Copa do Mundo - para isso acontecer, a seleção brasileira precisa terminar em primeiro no Grupo F."Essa classificação é histórica para Gana e o futebol africano. Estamos muito felizes de ter o Brasil como adversário. Estaremos orgulhosos de jogar contra eles nas oitavas-de-final", explicou o treinador.Sobre a classificação, Dujkovic revelou que ela concretizou o sonho da equipe. "Conseguimos isso e estamos muito satisfeitos. Particularmente, estava muito nervoso durante a partida. Enquanto vencíamos, estava com um olho no jogo da Itália", explicou o técnico - que torcia para a seleção italiana derrotar República Checa.Já o capitão da seleção, Stephen Appiah, que foi escolhido o melhor em campo pela Fifa, contou que o estilo de futebol de Gana é parecido com o brasileiro. "Estamos representando o nosso continente. Por isso afirmo que não tememos nenhum adversário. Somos o Brasil da África", contou.Para a partida das oitavas-de-final, a seleção de Gana não poderá contar com o volante Mickael Essien, que recebeu o segundo cartão amarelo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.