Técnico de Portugal diz querer mais de Cristiano Ronaldo

Atacante não marcou gols nas Eliminatórias da Copa e ficou cinco jogos afastado por conta de lesão

AE-AP, Agência Estado

30 de abril de 2010 | 10h21

O técnico de Portugal, Carlos Queiroz, não está satisfeito com Cristiano Ronaldo. Nesta sexta-feira, ele afirmou que espera ver o meia-atacante do Real Madrid produzindo mais pela seleção durante a Copa do Mundo da África do Sul.

Nas Eliminatórias para o Mundial, o astro sempre teve um desempenho discreto. Em 12 partidas, ele não marcou um único gol. E, por problemas de contusão, ficou fora de cinco jogos. "Espero que ele seja capaz de produzir mais (na Copa do Mundo)", cobrou o treinador.

Queiroz, no entanto, procurou demonstrar confiança e disse que Portugal é favorito para cada jogo que disputar. Mas para vencer o Mundial, apontou Brasil e Argentina, entre outros, como principais candidatos. "Os favoritos crônicos sempre serão Brasil, Argentina, Itália, Espanha, Alemanha ou Inglaterra", opinou.

Sobre a chave de Brasil e Portugal na Copa de 2010, que conta ainda com Costa do Marfim e Coreia do Norte, o treinador espera encontrar grandes dificuldades. "O Brasil é um dos grandes favoritos. A Costa do Marfim é apontada como a equipe mais forte de África. Isto sem esquecer a Coreia do Norte, que tem do seu lado a vantagem de um certo desconhecimento sobre o que a rodeia", analisou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.