Brian Snyder/AP
Brian Snyder/AP

Técnico de Portugal minimiza peso da ausência de Cristiano Ronaldo

Paulo Bento afirma que seleção gfalhou muito na defesa contra o Brasil

GONÇALO JUNIOR, Agência Estado

11 de setembro de 2013 | 08h21

BOSTON - O técnico português Paulo Bento minimizou a ausência de Cristiano Ronaldo na derrota para o Brasil, por 3 a 1, na noite desta terça-feira, em amistoso disputado na cidade de Boston. "Não perdemos por causa de sua ausência. É um jogador importante, um dos melhores do mundo, mas analisar a derrota a partir de sua ausência é ser demasiado redutor", disse o treinador. "Perdemos porque não estivemos bem coletivamente e falhamos na defesa", completou.

Na visão do treinador, as falhas na defesa se explicam por uma falta de agressividade nos lances decisivos. "Diante de uma equipe como o Brasil, temos de ser agressivos sempre", alertou. No lance do segundo gol brasileiro, por exemplo, Neymar arrancou do meio e invadiu a área sem ser impedido pelos zagueiros portugueses.

O português também lamentou a falta de objetividade nas conclusões. "Criamos três situações de gol, mas não fomos contundentes". No início do primeiro tempo, Nani ganhou uma disputa com Maicon pelo alto e Raul Meireles acertou a trave, também de cabeça.

Restou ao treinador retirar da derrota lições positivas para o próximo compromisso da equipe, no dia 11 de outubro, contra Israel, pelas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2014. "Talvez essa derrota tenha o seu lado positivo, pois vínhamos de uma longa sequência de vitórias. Não vamos nos abater com a derrota".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.