Jack Guez/AFP
Jack Guez/AFP

Técnico de Portugal minimiza sufoco no fim e exalta vaga nas oitavas

Fernando Santos quase viu a classificação portuguesa escapar contra o Irã

Estadão Conteúdo

25 Junho 2018 | 18h30

O técnico de Portugal, Fernando Santos, evitou valorizar o sufoco sofrido por sua seleção nos instantes finais do empate por 1 a 1 com o Irã, nesta segunda-feira. Ele preferiu dar maior destaque para a vaga nas oitavas de final, quando os portugueses vão duelar com o Uruguai.

+ TEMPO REAL - Irã x Portugal

+ Espanha só empata com Marrocos, mas avança na ponta do grupo e pegará a Rússia

"O importante agora é pensar na próxima partida, conhecer o futuro adversário e aí nos prepararmos bem física e mentalmente", afirmou, antes de elogiar a equipe uruguaia. "É uma seleção de alta qualidade, com jogadores que estão entre os melhores. Mas Portugal também. E temos nossas armas e vamos em busca da vitória."

Em relação ao empate desta segunda, que por pouco não virou derrota nos instantes finais do jogo, Santos admitiu surpresa com a postura do rival no primeiro tempo. "Entramos bem, controlamos. O Irã teve um dois lances de contra-ataque na primeira parte. A partir de determinada altura, passou a haver marcação homem a homem em todo o campo e os jogadores começaram a não perceber muito bem o que se estava a passar. Isto estava a complicar-se porque sobrava um homem no meio e ninguém fechava."

 

O treinador lamentou o pênalti desperdiçado por Cristiano Ronaldo, marcado com a ajuda do árbitro de vídeo. "Na segunda parte, entramos melhor e podíamos ter resolvido em duas ou três situações de que usufruímos. Não o fizemos, acabamos por sofrer um gol e estes jogos são assim. O Irã já tinha mostrado isto com Espanha e Marrocos: defende bem e depois arrisca tudo, explora muito o espaço aéreo. Chegou ao gol e depois tentou tudo, mas graças a Deus passamos", comemorou, aliviado.

A seleção portuguesa voltará a campo no sábado, no dia 30 de junho, às 15 horas (horário de Brasília), no Fisht Stadium, em Sochi. Já a Espanha, líder do grupo de Portugal, vai enfrentar a anfitriã Rússia, segundo colocado do Grupo A, no dia 1º de julho, às 11 horas (de Brasília) no Estádio Luzhniki, em Moscou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.