Técnico deixa seleção do Irã após duas semanas

Durou muito pouco a passagem do técnico Mohammad Mayelikohan pelo comando da seleção iraniana de futebol. O treinador deixou o cargo nesta terça-feira, apenas duas semanas após ser contratado.

AE-AP, Agencia Estado

21 de abril de 2009 | 11h46

Ali Kafashian, presidente da Federação Iraniana de Futebol, decidiu demitir o técnico por considerar que o desentendimento de Mayelikohan com torcedores de um time local poderia afetar o desempenho da seleção.

No domingo, o treinador chamou os torcedores do Esteqlal de "hooligans" e disse considerar o técnico do time "incompetente".

O Irã está em situação complicada nas Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2010. O time está em quarto lugar no Grupo B com seis pontos. A Coreia do Sul lidera a chave com 11, um a mais do que Coreia do Norte e Arábia Saudita.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolIrãMohammad Mayelikohan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.