Bruce Fedyck-USA TODAY Sports
Bruce Fedyck-USA TODAY Sports

Técnico deixa seleção feminina de futebol para assumir equipe masculina do Canadá

John Herdman é aposta para desenvolver a modalidade entre os homens no país

Estadão Conteúdo

09 Janeiro 2018 | 11h54

A seleção canadense feminina de futebol sempre foi conhecida pelos resultados muito superiores aos do time masculino. E, pensando em desenvolver a modalidade no país, a Associação de Futebol Canadense tomou uma decisão curiosa na noite desta segunda-feira: tirou o treinador de uma equipe e o colocou para comandar a outra.

John Herdman, assim, que conquistou duas vezes o bronze olímpico com o time feminino, terá agora a difícil missão de desenvolver o futebol masculino do país. O inglês de 42 anos será o substituto do equatoriano Octavio Zambrano, técnico que assumiu o posto em 2017, após a eliminação nas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia.

"Damos boas vindas a John em seu novo desafio depois de ele trazer sucesso à seleção feminina do Canadá nos últimos seis anos. Sua competência internacional como técnico continuará trazendo resultados à seleção masculina", apostou Steven Reed, presidente da associação.

Feliz com a oportunidade, o treinador destacou a importância de manter o trabalho em um mesmo país. "É uma grande honra chegar à seleção masculina. Quero agradecer a associação pela oportunidade de desenvolver o esporte nesse país através de uma única abordagem", ressaltou Herdman, que treinou a seleção feminina da Nova Zelândia antes de chegar ao Canadá em 2011.

Seu substituto no time feminino será o próprio assistente, o dinamarquês Kenneth Heiner-Moller, que treinou a seleção feminina de seu país antes de se juntar à comissão técnica do Canadá. Ele estava presente na conquista do bronze olímpico nos Jogos do Rio-2016.

Mais conteúdo sobre:
Canadá [América do Norte]

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.