Gustavo Parello/AP
Gustavo Parello/AP

Técnico diz que Palmeiras aprendeu o 'espírito de Libertadores'

Eduardo Baptista valoriza empate e destaca atuação madura em jogo contra o Atlético Tucumán

O Estado de S. Paulo

09 de março de 2017 | 07h00

Empatar fora de casa com um jogador a menos rendeu elogios do técnico do Palmeiras ao elenco. Na madrugada desta quinta-feira o treinador Eduardo Baptista disse em entrevista coletiva depois do jogo com o Atlético Tucuman, pela Copa Libertadores, que a atuação correspondeu as expectativas dele no quesito comportamento, dedicação e aprendizado sobre a postura em campo na competição continental.

A equipe segurou o 1 a 1 no norte da Argentina depois de perder o zagueiro Vitor Hugo expulso ainda aos 21 minutos de partida. "O importante é que a equipe entendeu o espírito, 'comprou' como é a forma ideal de atuar. Foi um jogo viril, uma torcida empolgante, que empurrou o time deles. Tivemos serenidade e concentração para marcar e sair nos contra-ataques. Conseguimos fazer isso muito bem", elogiou.

Baptista afirmou que apesar expulsão prematura e de precisar tirar o meia Michel Bastos para promover a entrada do zagueiro Antônio Carlos para recompor a defesa, esse imprevisto não chegou a assustar. O time treinou nos últimos dias sob as circunstâncias de ter um a menos em campo. A preparação facilitou ao Palmeiras controlar a partida e evitar a pressão adversária.

"A expulsão foi logo cedo. Tivemos que mudar um pouquinho. Tentamos deixar as beiradas rápidas para marcar, mas ao mesmo tempo ter saídas velozes. Por isso, criamos as chances de gol", explicou. Após conseguir o empate ainda no primeiro tempo com Keno, a equipe por pouco não virou na etapa final, com as tentativas do atacante colombiano Miguel Borja.

Para o treinador, a atuação na Argentina servirá como modelo para a equipe seguir nos próximos jogos. "O Pameiras deu á torcida o exemplo de como será a equipe. Sempre vai ter essa força, essa disposição. O time inteiro entendeu como se deve jogar uma Libertadores", afirmou.

O Palmeiras tem como próximo compromisso na temporada o São Paulo, em clássico pelo Campeonato Paulista no próximo sábado, no Allianz Parque. Na sequência, quarta-feira, o time volta a jogar a Copa Libertadores. O adversário será o Jorge Wilstermann, da Bolívia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.