Técnico do Arsenal acredita no acerto com Arshavin

Arsène Wenger, técnico do Arsenal, revelou que está otimista em relação a possibilidade de contratar o russo Andrei Arshavin, do Zenit, durante a janela de transferências de janeiro. O otimismo de Wenger reflete os comentários do procurador de Arshavin, que disse na última semana que o Zenit negociará o jogador com um dos principais clubes ingleses. É muito provável que esta seja a maior contratação da história do Arsenal, que desembolsou US$ 18,75 milhões (aproximadamente R$ 44,55 milhões) para tirar Sylvain Wiltord do Bordeaux em 2000. Especula-se que o Zenit vai exigir o pagamento de US$ 26,4 milhões. "Nós não estamos perto de assinar hoje", disse Wenger. "Sim, nós estamos em negociações. Mas nós vamos manter nossos princípios." Arsahvin foi fundamental para a conquista do título da Copa da Uefa pelo Zenit. "Eu estou otimista", revelou. "Em alguns dias [devem haver novidades] porque a janela de transferências se fecha em 31 de janeiro", explicou. O Arsenal raramente adquire jogadores em janeiro e tem duas semanas para fechar com o Zenit e Arshavin.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.