Dylan Martinez/Reuters
Dylan Martinez/Reuters

Wenger critica árbitro e Diego Costa após a derrota para o Chelsea

Técnico do Arsenal queria a expulsão do atacante por agressão

REUTERS

19 de setembro de 2015 | 15h54

O insatisfeito técnico do Arsenal, Arsene Wenger, criticou o árbitro Mike Dean neste sábado após ele não ter punido o polêmico atacante Diego Costa, embora tenha expulsado dois jogadores do Arsenal em um tenso clássico londrino no Campeonato Inglês.

O Arsenal perdeu por 2 a 0 em Stamford Bridge, mas foram as confusões de Diego Costa com a defesa de seu time que mais incomodaram Wenger.

Replays de TV mostraram que o atacante brasileiro naturalizado espanhol empurrou o rosto de Laurent Koscielny durante uma disputa na grande aérea do Arsenal, no primeiro tempo.

“Acho inaceitável o que ele fez com Koscielny. Empurra ele para baixo, atinge ele no rosto. Não entendo nem um pouco a decisão de Mike Dean. Por que Diego Costa fica em campo e Gabriel é expulso?”, disse Wenger na entrevista pós-jogo.

Ele acrescentou ter a impressão de que Costa sempre age de modo provocativo, e muitas vezes ficava sem punição. “Ele vai fazer o mesmo na próxima semana e é sempre o mesmo, ele está sempre provocando.”

(Por Bruno Federowski)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTEBOLARSENALCHELSEA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.