Técnico do Atlético-PR lamenta castigo no final

Decepcionado com a eliminação diante do Palmeiras, Niehues pede para torcida valorizar empenho dos jogadores

AE, Agência Estado

22 de abril de 2010 | 10h08

O técnico Leandro Niehues lamentou muito a eliminação frente ao Palmeiras na noite desta quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Mesmo jogando com um a menos, o Atlético Paranaense conseguiu marcar no segundo tempo, resultado que levaria o confronto à decisão por pênaltis. O time paulista, no entanto, empatou a dois minutos do fim.

Veja também:

linkPalmeiras empata no final e garante a vaga nas quartas de final

Depois do confronto, Niehues afirmou que sua equipe não merecia o castigo no fim. "Tivemos duas oportunidades claras e dominamos o primeiro tempo mesmo com um a menos. O Palmeiras melhorou no segundo tempo, mas conseguimos o nosso gol. Daí, sofremos um castigo no final", lamentou.

Decepcionado, o treinador reconheceu o sentimento de tristeza. Mas afirmou que a torcida precisa valorizar o empenho dos jogadores. "O sentimento de tristeza é muito grande. Dói agora. O time lutou ao máximo e se entregou, por isso o sentimento é de dor. A torcida está triste, mas amanhã ela vai ver que a equipe se entregou. Merecíamos disputar os pênaltis", avaliou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.