Miguel Locatelli / Site Oficial / Atlético Paranaense
Miguel Locatelli / Site Oficial / Atlético Paranaense

Técnico do Atlético-PR promete mudanças, mas faz mistério contra o Flamengo

Tiago Nunes não revela escalação para partida deste domingo, às 11h (de Brasília)

Estadão Conteúdo

19 Agosto 2018 | 05h54

Tiago Nunes aproveitou o clima de tensão por estar na vice-lanterna para fazer mistério sobre o time titular do Atlético-PR que enfrenta o Flamengo no domingo, às 11 horas, na Arena da Baixada, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na defesa, Thiago Heleno voltou a treinar, mas ainda requer cuidados. No ataque, Pablo deve ganhar a vaga de Bergson e o colombiano Anderson Plata vai ser opção no banco.

Thiago Heleno ficou um mês fora por lesão, voltou a treinar durante a semana e passou a ser esperança. Quem não tem condições de jogo é o experiente zagueiro Paulo André, que segue tratando um estiramento na panturrilha, sofrido no empate por 0 a 0 com o Corinthians. Com isso, o treinador tem revezado Léo Pereira, Wanderson e José Ivaldo nas duas vagas do miolo defensivo.

O atacante Pablo cumpriu suspensão automática no empate por 0 a 0 com o Ceará e retorna ao ataque, mandando Bergson para o banco de reservas. Marcelo Cirino foi diagnosticado com uma lesão na coxa e vai ter que passar por um tratamento de três a cinco semanas. Nikão entra em seu lugar.

Por outro lado, NA sexta-feira foi confirmada a inscrição no Boletim Informativo Diário (BID) do colombiano Anderson Plata, contratado junto ao Santa Fe. Ele fica como opção no banco de reservas.

Na zona de rebaixamento, o Atlético-PR vem de dois empates sem conseguir marcar gols. Com 15 pontos, tem a segunda pior campanha da competição, à frente apenas do Paraná, que soma 14 pontos.

Mesmo se vencer não vai sair da zona de descenso. Só que contra o Flamengo o clube paranaense ostenta um tabu importante: o clube carioca nunca venceu o Atlético-PR dentro da Arena da Baixada, inaugurada em 1999. São 21 jogos, com 14 vitórias e sete empates.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.