Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Técnico do Barcelona encerra polêmica em torno de Piqué e mira Copa do Rei

Zagueiro virou assunto após mandar a torcida do Espanyol se calar, após marcar no clássico catalão

Estadão Conteúdo

07 de fevereiro de 2018 | 17h22

O técnico do Barcelona, Ernesto Valverde, tentou encerrar a polêmica que se criou em torno do zagueiro Piqué nos últimos dias e afirmou que a preocupação agora está no duelo de volta contra o Valência pelas semifinais da Copa do Rei.

+ Lesionado, Radamel Falcao desfalcará o Monaco por três semanas

+ Evra acerta com West Ham até o término de sua suspensão na Uefa

No domingo, o jogador marcou o gol de empate por 1 a 1 no clássico local contra o Espanyol, fora de casa, pelo Campeonato Espanhol. Na comemoração, ele gesticulou aos torcedores rivais para que se calassem.

Piqué foi alvo de vaias durante toda a partida porque recentemente havia dito que o clube adversário perdeu a identidade com a cidade de Barcelona ao ser vendido para um dono estrangeiro - em novembro de 2015, a empresa chinesa Rastar Group comprou 45,1% das ações do Espanyol.

"Estamos reagindo exageradamente em relação a isso", disse o treinador. Falamos sobre esse assunto antes do clássico, depois do clássico... Temos que seguir em frente", comentou o treinador.

Piqué corre o risco de ser suspenso por conta do gesto. Por isso, o Barcelona se pronunciou oficialmente em defesa do zagueiro. "Muitos jogadores comemoram da mesma maneira. É normal ainda mais quando é um gol importante no final da partida", afirmou o presidente Josep Bartomeu.

Sobre a Copa do Rei, o Barcelona venceu o duelo de ida por 1 a 0, em casa, e agora joga por um empate no Mestalla Stadium para manter vivo o sonho de conquistar a taça pelo quarto ano consecutivo.

Piqué, o centro das discussões durante a semana, é dúvida para a partida, pois se recupera de uma pancada no joelho direito sofrida justamente nos minutos finais do jogo contra o Espanyol.

Valverde acredita que para se classificar fora de casa nesta quinta-feira, o time catalão precisará ir ao ataque. "Levando em conta o potencial ofensivo do Valencia, ainda mais jogando em seu estádio, tenho a sensação que para se classificar, precisaremos marcar", analisou.

A outra semifinal será definida nesta quarta-feira, às 18h30 (horário de Brasília), no confronto entre Sevilla e Leganés, em Sevilha. As equipes empataram o jogo de ida por 1 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.