Peter Powell/EFE
Peter Powell/EFE

Técnico do Barcelona não confirma Neymar titular contra Manchester City

'Só vamos decidir amanhã (terça) se ele começará jogando ou entrará durante a partida', diz Martino

AE, Agência Estado

17 de fevereiro de 2014 | 17h17

MANCHESTER -Tata Martino ainda não sabe se escalará Neymar entre os titulares na partida do Barcelona contra o Manchester City, nesta terça-feira, pela ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. Voltando de lesão, o atacante entrou em campo no decorrer do jogo contra o Rayo Vallecano, sábado, e marcou um golaço, deixando uma dúvida na cabeça do treinador.

"É importante poder contar com o retorno de Neymar, mas só vamos decidir amanhã (terça) se ele começará jogando ou entrará em campo durante a partida", comenta o técnico, que evitou adiantar a escalação da equipe.

Martino não esconde que o duelo com o Manchester será um grande teste para o Barcelona, contestado desde que ele assumiu o comando, no início da temporada. A equipe mostrou irregularidade no início do Campeonato Espanhol e somente nesta metade da competição vem apresentando melhor futebol.

"Nas últimas seis temporadas nós estivemos nas semifinais da Liga e os torcedores estão acostumados a isso. Vai ser difícil para eles entenderem se não avançarmos. Com certeza este será o duelo mais difícil [das oitavas]", pondera Martino.

Um dos líderes do time, o zagueiro Gerard Piqué admite que o confronto está sendo encarado com o um teste de afirmação da equipe. "Não sei se somos temidos como há duas temporadas. Acho que não porque não vencemos nenhuma das duas edições da Liga, mas ainda nos respeitam. De qualquer jeito, ainda temos jogadores que foram campeões da Copa do Mundo, da própria Liga, do Campeonato Espanhol", declara.

"Ainda podemos ser o melhor time, mas temos que mostrar isso ao mundo. Amanhã será uma grande oportunidade para mostrar que somos jogadores top e que podemos vencer aqui", afirma o defensor, projetando a ida no Etihad Stadium.

Para tanto, o Barcelona terá que superar a versatilidade do futebol do Manchester. "O City é muito parecido com o nosso time, talvez um pouco mais direto. Eles têm um dos melhores times do mundo agora. Eles sabem criar jogadas de muita formas, atacando na primeira e segunda linha, indo por dentro ou por fora. São bons no alto e no toque de bola e marcam muitos gols. Para nos defender, teremos que manter a posse de bola", prevê Tata Martino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.