Matthias Schrader/AFP
Matthias Schrader/AFP

Técnico do Bayern indica voltas de Alaba e Coman em jogo decisivo com o Liverpool

Jogadores estão recuperados de lesões e deverão ser as principais novidades da equipe para este confronto decisivo

Redação, Estadão Conteúdo

12 de março de 2019 | 13h46

O técnico do Bayern de Munique, Niko Kovac, indicou nesta terça-feira que o time deverá contar com os retornos do lateral-esquerdo austríaco David Alaba e do atacante francês Kingsley Coman diante do Liverpool no duelo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, nesta quarta, às 17 horas (de Brasília), na Alemanha.

Os dois jogadores estão recuperados de lesões e deverão ser as principais novidades da equipe para este confronto decisivo. A partida de ida do mata-mata, no dia 19 de fevereiro, na Inglaterra, terminou empatada por 0 a 0, fato que permitirá ao time alemão um possível avanço à próxima fase da competição com uma vitória simples na Allianz Arena.

"Alaba participou do treino de ontem e participará do treinamento de hoje. Eu tenho certeza de que ele estará envolvido (no jogo)", afirmou Kovac, em entrevista coletiva, na qual também preferiu não garantir a escalação de Coman como titular contra o Liverpool. "King está pronto para amanhã, mas teremos de ver se isso será suficiente para ele começar jogando. Ele é importante para nós porque nos dá outra dimensão (ofensiva)", destacou o treinador.

Sem poder contar o versátil Joshua Kimmich, suspenso, o Bayern jogará embalado por uma goleada por 6 a 0 sobre o Wolfsburg, com a qual assumiu a liderança do Campeonato Alemão, e agora espera exibir uma nova boa atuação para eliminar o Liverpool. E Kovac disse apostar que não ocorrerá uma repetição do empate sem gols neste duelo de volta com o time inglês.

"Sabemos que eles são fortes na defesa. Com a volta de Virgil van Dijk, o Liverpool vai ser ainda mais forte na defesa, mas nós podemos marcar mais gols. Nós temos mostrado isso na Bundesliga", disse o comandante. "Amanhã não será um 0 a 0. Nós queremos vencer e esta é forma com que nós encaramos o jogo... O que nós precisamos é melhorar nossa eficiência na frente. Estou confiante de que amanhã, em casa com o apoio de nossos torcedores, seremos ainda mais eficiente no ataque e criaremos mais oportunidades (de gol do que no duelo de ida)", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.