Técnico do Boca garante que equipe marcará gols que perdeu

Carlos Ischia reconheceu que Atlas 'surpreendeu' seu time, no empate em 2 a 2 pelas quartas da Libertadores

Agência Estado

15 de maio de 2008 | 13h52

O técnico Carlos Ischia afirmou nesta quinta-feira que o Boca Juniors marcará os gols que não fez na partida com o Atlas em Buenos Aires, pelas quartas da Libertadores. O jogo de volta acontece nesta quarta, 21, na cidade mexicana de Guadalajara. "Estou completamente certo de que vamos passar de fase no México. Esperamos fazer lá as chances de gol que não concretizamos aqui [na Argentina]", comentou Ischia em relação ao empate em 2 a 2, no estádio José Amalfitani. Ischia admitiu que o Atlas "surpreendeu" o Boca Juniors com dois gols em jogadas de bola parada, mas acredita na reação de seus comandados em situações extremas - como na fase de grupos, em que o time só se classificou na última rodada. "Os jogadores estão confiantes e tranqüilos, embora não tenham ficado felizes porque tínhamos de vencer e o Atlas acabou empatando no fim. Eles sabem como jogar neste tipo de situações", afirmou. Para avançar à semifinal, o atual campeão da Libertadores precisa vencer em Guadalajara. No último confronto entre as duas equipes, pela fase de grupos, os argentinos perderam de 3 a 1. Um empate em 2 a 2, levará a decisão para os pênaltis. Diante do resultado, o Boca poupará alguns jogadores para a partida deste fim de semana contra o Racing, pelo Clausura argentino, em La Bombonera. O Boca Juniors tem 26 pontos na classificação, quatro atrás dos líderes River Plate e Estudiantes de La Plata. Já o Racing pode aproveitar o jogo para conquistar pontos importantes em seu objetivo de permanecer na primeira divisão. 

Tudo o que sabemos sobre:
Boca JuniorsCopa LibertadoresAtlas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.