Técnico do Cruzeiro faz mistério

O técnico Marco Aurélio continua fazendo mistério para definir a equipe do Cruzeiro que enfrenta o Vitória/BA, no domingo, no estádio Machadão, em Natal, Rio Grande do Norte, pela terceira e última rodada da primeira fase da Copa dos Campeões. Como o Cruzeiro precisa vencer se quiser garantir uma vaga na segunda fase da competição sem depender do resultado de São Paulo e Grêmio, que se enfrentam no sábado, Marco Aurélio prefere manter em sigilo a escalação da equipe. Apesar do baixo rendimento do ataque mineiro, que não marcou nenhum gol nos dois jogos que o time disputou na Copa dos Campeões, o técnico pode manter o mesmo time que enfrentou o São Paulo, no domingo. Nos empates contra Grêmio e São Paulo, ambos por 1 a 1, os gols do Cruzeiro foram marcados pelo meia Ricardinho. O treinador não descarta, porém, a possibilidade de escalar três atacantes contra o Vitória, alterando o esquema de jogo. O time sairia do 3-5-2 para o 4-3-3. Na partida contra o São Paulo, a equipe mineira atuou com três zagueiros - Cris, Luisão e Marcelo Batatais. Mas como o time precisa vencer de qualquer maneira, é possível que um dos zagueiros seja sacrificado para a entrada do atacante Lúcio. O mais provável é que Marcelo Batatais deixe o time. Outra novidade foi a entrada de Vander no lugar de Fernando Miguel, numa mudança que deixou a equipe ainda mais ofensivo. Marcos Paulo, que está cotado para ganhar uma posição no time titular, vem treinando normalmente na equipe reserva. Ele chegou na tarde da última terça-feira a Natal e foi integrado ao grupo. O jogador, que estava treinando na Toca da Raposa II, passou a última temporada na Udinese, da Itália.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.