Técnico do Equador admite superioridade da Alemanha

O técnico da seleção do Equador, Luis Fernando Suárez, reconheceu que a Alemanha foi bem superior à sua equipe na vitória por 3 a 0 obtida nesta terça-feira, em Berlim, que deixou os sul-americanos com a segunda posição do Grupo A. "Não tivemos a bola e enfrentamos problemas, principalmente no ataque", explicou.As estatísticas da Fifa, no entanto, desmentem o treinador e apontam que o Equador dominou amplamente a posse de bola, com 57% do tempo, contra 43% dos alemães. "A Alemanha jogou bem, mas nós também ajudamos, todos jogaram mal", completou.Suárez, no entanto, se isentou por ter deixado de fora vários titulares, como os atacantes Delgado e Carlos Tenorio, responsáveis pelas vitórias sobre Polônia e Costa Rica, nas primeiras rodadas, além do lateral-esquerdo Reasco, do volante Castillo e do zagueiro Hurtado - os dois últimos estavam pendurados, com um cartão amarelo.Mas, apesar da má atuação, o colombiano Suárez segue confiante em fazer boa apresentação nas oitavas-de-final. "Temos que repetir as atuações dos dois primeiros jogos e não fazer de novo nada do que fizemos nesta partida", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.