Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Técnico do Flamengo pede calma antes de promover atletas

Zé Ricardo afirma que gerações anteriores subiram antes de hora

Ciro Campos, Raphael Ramos, O Estado de S. Paulo

25 Janeiro 2016 | 16h46

A euforia do Flamengo pelo terceiro título da Copa São Paulo, conquistado nesta segunda-feira no Pacaembu, não fez o técnico criar muitas expectativas sobre a promoção dos jovens jogadores ao time profissional. Zé Ricardo disse após a vitória nos pênaltis sobre o Corinthians que é preciso ter calma antes de apressar a ida dos atletas da categoria sub-20 à equipe de cima.

"Logicamente que um título desse pode credenciar garotos ao time profissional, mas acredito que eles ainda têm etapas a cumprir", afirmou o treinador. O Flamengo foi campeão com sete vitórias e dois empates, o último deles em 2 a 2, após levar dois gols na primeira etapa. O time revelou ainda jogadores como o volante Ronaldo e o atacante Felipe Vizeu, vice-artilheiro e premiado como o melhor da competição.

A campanha vitoriosa gera empolgação nos garotos, mas o técnico lembrou que em anos anteriores o clube se apressou ao promover garotos e não colheu resultados satisfatórios. "o Flamengo já aprendeu bastante com isso lá atrás e vai ter oportunidade para fazer isso (promover os garotos) no momento certo", explicou o treinador em entrevista coletiva.

O Flamengo chegou ao título ao ganhar nos pênaltis por 4 a 3. As conquistas anteriores do clube na competição revelaram alguns jogadores importantes. Em 1990, por exemplo, a campanha coroou a ascensão de atletas que chegaram à seleção brasileira, como o zagueiro Júnior Baiano, os meias Marcelinho e Djalminha, mais o atacante Paulo Nunes. Já no bicampeonato de 2011, a competição teve como destaques o meia Adryan e o atacante Negueba.

Mais conteúdo sobre:
FutebolFlamengoCopinha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.