Henry Romero/ Reuters
Henry Romero/ Reuters

Técnico do Gimnasia y Esgrima La Plata, Maradona aponta 'nova mão de Deus'

Equipe do ídolo argentino era uma a cair de divisão antes da paralisação no futebol

Redação, Estadao Conteudo

29 de abril de 2020 | 21h47

Diego Maradona, treinador do Gimnasia y Esgrima La Plata, afirmou, nesta quarta-feira, que a decisão da Associação de Futebol Argentino (AFA) de encerrar a temporada e cancelar o rebaixamento está sendo vista por muitos como uma "nova mão de Deus", pois a sua equipe era uma a cair de divisão.

Na Copa do Mundo de 1986, Maradona fez um dos gols na vitória da Argentina sobre a Inglaterra (2 a 1), nas quartas de final, com a mão e brincou após o jogo dizendo que havia sido "La mano de Diós".

"Hoje, porém, peço a essa mão que acabe com essa pandemia para que as pessoas possam ter de volta suas vidas, saudáveis e felizes", disse o astro argentino, ao jornal Clarín. "Quero deixar bem claro que não comemoramos a suspensão do torneio e nem a eliminação do rebaixamento. Queríamos estar em campo. Nós e os torcedores celebrando o trabalho realizado, o caminho que percorremos."

A AFA resolveu na terça-feira encerrar a temporada e cancelar os rebaixamentos desta temporada e a de 2021 por causa da pandemia do coronavírus. "Ficamos convencidos com os garotos (jogadores) e a comissão técnica que fomos salvos no campo. Não é o fim que gostaríamos, mas este é um prêmio para o grupo que se dedicou ao máximo diariamente para dar alegria ao seus torcedores", disse o capitão da seleção argentina, campeã mundial no México, em 1986.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.