Jerry Lampen/Reuters
Jerry Lampen/Reuters

Técnico do Iraque comemora atuação contra a Espanha

Milutinovic acha que sua seleção foi quase perfeita e agora sonha em pontuar contra a Nova Zelândia

AE, Agência Estado

17 de junho de 2009 | 13h48

BLOEMFONTEIN - O técnico da seleção do Iraque, Bora Milutinovic, comemorou a atuação da equipe na derrota por 1 a 0 para a Espanha, nesta quarta-feira, em Bloemfontein. Com o resultado, os iraquianos mantêm boas chances de avançar às semifinais da competição.

Veja também:

linkSem dar show, Espanha supera retranca e vence Iraque

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Foi uma atuação quase perfeita. Estou muito, muito feliz com a maneira como a equipe jogou. Especialmente por ter atuado desta forma como uma equipe do nível da Espanha", afirmou o treinador sérvio, que levou a campo um time com cinco defensores e três meio-campistas de contenção.

"Nossos jogadores atuaram de forma inteligente e com muita disciplina. Jogamos desta forma porque estes são os atletas que temos", justificou Milutinovic. Na estreia, também muito fechada, a seleção iraquiana empatou sem gols com a África do Sul.

Após duas rodadas, o Iraque tem apenas um ponto. No sábado, a equipe terá pela frente a Nova Zelândia, candidata a saco de pancadas do grupo. Bora continua a fazer as contas para avançar à fase semifinal.

"No futebol é preciso usar um pouco de matemática. No primeiro jogo, não podíamos perder; no segundo, faríamos o melhor possível. Talvez possamos nos classificar até com dois pontos", afirmou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.