Daniel Leal-Olivas/AFP
Daniel Leal-Olivas/AFP

Técnico do Leicester diz que resultado 'não é importante' após morte de dono

Para Claude Puel, prioridade do clube é 'honrar a memória do presidente', morto em queda de helicóptero'

Estadão Conteúdo

01 Novembro 2018 | 16h10

Após a trágica morte de seu proprietário, o Leicester volta a campo neste sábado para encarar o Cardiff City, fora de casa, pelo Campeonato Inglês. Cinco dias depois da queda do helicóptero que vitimou Vichai Srivaddhanaprabha, o técnico Claude Puel mostrou que a ferida ainda não está cicatrizada e garantiu que o resultado do confronto do fim de semana "não é importante".

"O resultado não é importante. Nosso desejo, nossas ações, serão para dar nosso melhor em campo para honrar nosso presidente. E isso é o mais importante", declarou nesta quinta-feira.

No sábado passado, após o empate por 1 a 1 com o West Ham, o presidente do Leicester deixava o estádio King Power em seu helicóptero, mas o veículo perdeu o controle logo após a decolagem e caiu no estacionamento. Além de Srivaddhanaprabha, cinco pessoas morreram e o clima de luto tomou conta do clube.

"Esta, com certeza, foi uma das semanas mais difíceis da história deste clube. A trágica perda de cinco vidas nos deixou estarrecidos e em choque. Nossos pensamentos estão com a família de Vichai Srivaddhanaprabha e com todos das famílias que perderam seus entes queridos. Vichai fez do Leicester uma família e realizou seu sonho", comentou Puel.

Por conta da tragédia, o Leicester adiou sua partida diante do Southampton, pela Copa da Liga Inglesa, e voltará a jogar somente neste sábado. Ao longo da semana, os jogadores e os funcionários do clube receberam assistência psicológica. "Vichai era realmente amado por todos do clube. Foi um privilégio trabalhar para ele", lembrou Puel.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.